quinta-feira, 20 de julho de 2017

DIG-DIG identifica ladrões que assaltram joalheria em São José do Rio Preto-SP

O Núcleo DIG/DISE de São José do Rio Preto/SP está, desde a notícia do trágico crime de roubo à joalheria do Centro, realizando ininterruptamente investigações para identificar os autores do delito, e não deu outra, identificados mas foragidos já com prisão preventiva decretada. O quarto acusado preso na baixada santista foi trazida para a DIG na tarde desta quinta-feira, 20, na caçada federal da equipe de investigadores chefiados por Marcos Rogério Campos, Rogerinho.
Foragidos:
Rosinaldo Vieira dos Santos, de 24 anos- teria saido da joalheria atirando bala atingiu e matou adolescente Pedro Henrique Bueno de Oliveira a cem metros do local do roubo.

2-Anderson Daniel de Oliveira, vulgo Cavaquinho- seria o autor dos tiros contra os guardas

3-Roberto Pereira Neto, vulgo Betinho,de 30 anos, o ladrão que saira da joalheria com a sacola de jóias.
Já no sábado, 15, dia do roubo, os policiais realizaram os primeiros levantamentos e as diligências prosseguiram durante todo fim de semana.
As prévias indicavam que os bandidos que aqui agiram eram moradores da Capital e Baixada Santista. Duas equipes foram até essas cidades na segunda-feira e desde então realizaram diversas diligências nos locais onde os suspeitos moram e frequentam. O resultado do empenho dos policias resultou na identificação de até o momento quatro suspeitos de participar do roubo. Um dos participantes, que a DIG pretende manter o nome em sigilo, já foi preso temporariamente e trazido da baixada santista para Rio Preto na tarde desta quinta-feira, 20. Outros três (imagens acima) estão com sua prisão decretada pela Justiça e estão sendo procurados.
Durante as investigações foi fundamental a troca de informações entre as polícias Civil e Militar tanto em nossa cidade como no litoral. O trabalho em conjunto e compartilhamento de informações foi muito importante para o resultado alcançado até agora, segundo o delegado Fernando Teddy - da DIG, que falou com a imprensa na tarde desta quinta-feira, 20.
TOR- Tático Ostensivo Rodoviário apreende veículo usado pelos marginais em São José do Rio Preto, onde estava um casal que iriam segundo a mulher entregar o veiculo a uma terceira pessoa em Santos, para dar cabo do automóvel. No veiculo foi apreendido munição e jóias da Constanti devolvidas aos seus proprietarios.

As investigações prosseguirão durante as próximas semanas e não está descartada a participação de outros meliantes. A população pode auxiliar a polícia através de ligações anônimas, narrando fatos relevantes para a prisão dos suspeitos.

****Como eu disse acima, uma pessoa presa na Baixada Santista envolvida no assalto já se encontra na DIG local. Sua identidade não foi divulgada, a polícia segura algumas informações para não atrapalhar as investigações.

A polícia também divulgou novas imagens do dia do assalto, mas a que marcou para todos foram as desse vídeo das câmeras de segurança do centro da cidade, quando o suspeito Anderson - o Cavaquinho - atira contra os guardas com metralhadora, a queima roupa.
video

 O circuito de segurança no Centro de Rio Preto que ajudou a polícia a chegar até os nomes dos integrantes. São imagens do segundo carro usado na fuga. Os dados do carro foram passados para a Polícia Militar e Rodoviária, que contribuíram na identificação e na prisão do primeiro suspeito.
As imagens mostram o momento que os ladrões saem do carro usado no assalto e entram no outro carro que serviu para fuga até São Paulo. A partir dessa identificação que as investigações chegaram aos nomes dos integrantes da quadrilha.
Dos cinco criminosos suspeitos de terem participado do assalto, quatro foram identificados pela polícia. Segue foragido Roberto Pereira Neto, de 30 anos, que mora numa favela no bairro do Capão Redondo em São Paulo.
Anderson Daniel de Oliveira, de 22 anos, que aparece nas imagens apontando uma submetralhadora contra os guardas municipais baleados também não foi encontrado onde mora na Baixada Santista.
Rosinaldo Vieira dos Santos de 24 anos, que também é de Santos, é apontado pelas investigações como o autor do disparo que matou o adolescente Pedro Henrique Bueno de 17 anos. Ele também segue foragido.
O guarda municipal baleado Cleiton Gomes passou nesta quinta-feira (20) por uma cirurgia de reconstituição do osso do braço dele, que quebrou com um dos tiros. Ele passa bem, segundo o hospital. A agente Tássia Dourado, que também foi baleada, está internada em um quarto no Hospital de Base e está se recuperando bem. 
Fço aqui o registro de uma imagem que mexeu muito comigo, a do investigador chefe da DIG-DISE, Rogerinho no Instagram https://www.instagram.com/mrogeriocampos/ em um dos seus momentos de investigação na baixada santista, a qual ele identifica com a seguinte legenda: QUEBRADA!!!


Fonte e imagens- DIG-DISE - divulgação- TOR-PM-SP. arteguardasdiárioregião

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário sobre esta matéria. Volte sempre!

E ATENÇÃO: O ÚNICO EMAIL PARA CONTATO COM O JORNAL DO POVO RIO PRETO É O MEU JORNALDOPOVORIOPRETO@BOL.COM.BR OU JORNALDAJOILDAGOMES@GMAIL.COM NÃO EXISTE NENHUM OUTRO. NINGUÉM ESTÁ AUTORIZADO A FALAR PELO JORNAL. SOU ÚNICA PROPRIETARIA E RESPONSÁVEL PELO BLOG. QUALQUER OUTRO EMAIL É CRIME. CHAME A POLÍCA RSRSR