sábado, 29 de julho de 2017

Remember Mulheres na PM de São José do Rio Preto - SP Tudo começou assim, e ficou assim...

Velhos tempos..belos dias (como diz a canção)
Pelotão Feminino
Através de concurso público foi formado o 1º Pelotão Feminino da Polícia Militar de São José do Rio Preto – SP, em 18 de julho de 1987, sob o comando da 1ª Tenente Maria Bernadete Melo Silva, que tinha como auxiliar a 1º Sargento Marilda Coelho dos Reis, ambas vindas da Polícia Militar da Capital, depois chegou a 2º Sargento Marilda Delmira, entre outras.
Essa primeira turma formou-se em janeiro de 1988 e foi trabalhar no setor de Trânsito, se não me engano, sob o comando do agora Coronel Cláudio Furlaneto, na reserva.
Em 1996 outra turma foi formada.
Com o tempo, as policiais ganharam campo dentro da corporação e tiveram ampliado o leque de trabalho, servindo no policiamento de rua, no 190, na ronda escolar, no Proerd (programa de prevenção às drogas) na administração, no policiamento ostensivo e repressivo, e hoje se destacam pela braveza, com leveza.
A Polícia Militar do Estado de São Paulo tem muito do que se orgulhar, pois suas policiais nos quadros do 17º Batalhão, no CPI- 5, Bombeiros, 52 BPM-I, Rodoviário Estadual, Ambiental, Catanduva, Fernandópolis, Mirassol - região enfim, e até no Patrulhamento Aéreo, contando com a ‘ajuda’ do helicóptero Águia, e onde atualmente está a Cabo Joselaine, tem feito bonito! A primeira policial a servir no patrulhamento aéreo, pediu baixa da corporação, casou-se, e foi tocar sua vida.
Destaque atual, entre outras aqui em Rio Preto, vemos o desempenho da Coronel Helena Dos Santos Reis, no comando de alto cargo na PM, na Capital, e diga-se de passagem, também com louvor.
Algumas passaram para a reserva, ocorrem algumas perdas lastimáveis como o desencarne de Rosangela; o da Sargento Margareth Peres Gato Pereira, em um acidente de trânsito, ela que não chegou a ver a filha Amalia Paci entrar para os quadros da PM, e brilhar como brilha hoje.
Outras policiais pediram baixa para casar-se e seguir a vida. Portanto, elas são gente comum como todos nós com seus problemas do dia a dia para resolver, mas que gostam de festejar cada conquista, cada detalhe, aniversários, enfim, tão sempre festando, a última festança foi dia 22 de julho de 2017, em salão de festas no Dahma, comemorando a data da primeira formatura, marco importante na vida delas, e que tem durado com brilhantismo.
**Detalhe: puxei pela memória para escrever esta postagem e também contei com a ajuda da hoje Sub-Tenente Marilda Delmira. Portanto, como eu e ela já passamos do ‘entamaisentaeenta, ’ e durante as recordações ontem a tarde, demos gostosas gargalhadas lembrando fatos pitorescos que vivemos nestes anos todos, pedimos ajuda de quem possa nos corrigir nas datas e outros detalhes, ou até anexar mais informações.

FESTA JULINA

(Vinda de Frutal-MG em 1985, logo eu já estava atuando em rádio e jornal)
Na noite hoje, 29-07-2017 com a organização da Tenente Amália Paci, da Cabo Cristiane Jatobá Zioti, da Sub-Tenente Marilda Delmira acontece bombada festa julina no Associação dos SubTenentes e Sargentos. A renda será revertida para dois policiais militares que neste momento necessitam de ajuda para resolverem problemas familiares, segundo consta.
Eu estarei na festa de hoje, como estive ao lado da PM, desde os anos 80, a conferir: Eu já estava na área’ como repórter policial de rádio, já cobria com abertura total as ocorrências militares, quando fui agraciada com carteira de imprensa assinada pelo Comandante, o então coronel Airton Ferraz da Silva, documento datado de junho de 1988, para atuar junto as viaturas policiais, trazendo a informação em tempo real, já que eu não parava nem para dormir, além do rádio Metropolitana AM (Direção Moacir dos Santos) eu também escrevia a página policial do Jornal Folha de Rio Preto (direção Cesar e Luiz Carlos Casseb). Depois fui para o Grupo Luiz Homero de Comunicação, rádios Brasil Novo AM e Onda Nova FM até o ano de 2006, quando a Brasil Novo foi vendida, continuamos na Onda Nova, de onde pedi para sair em 2007, logo depois ela foi vendida, e em 2008 abri minha empresa de comunicação, com o Jornal do Povo Rio Preto, e ainda hoje, ‘tô’ no ar. Até quando atuei por quatro anos como assessora dos deputados Vergílio Dalla Pria e Silvio Martini com posse na Assembléia, entre 90 e 94, não abandonei a reportagem policial e o rádio.
**Atualmente tive o gratificante convite do empresário e jornalista Fábio Jordão ( https://www.facebook.com/prjordao para colocar no ar meus programas sertanejo e caso de polícia, e também, assumir o departamento de jornalismo e o artístico da rádio NepFM, emissora que tem em seu quadro artístico radialistas batutas, como: o Padre Areovaldo Vieira de Souzar https://www.facebook.com/areovaldo.vieiradesouza.98),  o Barra Mansa Rodeio, LordSalwana-https://www.facebook.com/lordedjsalwana, Lord do Rodeio, a partir do dia 1º de agosto Luiz Storino https://www.facebook.com/luiz.storino.3, entre outros que estão fechando contrato. Pedi ao Fábio um tempo para colocar meus programas no ar, pois pretendo tirar férias no mês de agosto com meus filhos, enquanto isto vamos tocando junto no artistico da emissora. 
Entrego minha vida a Deus todos os dias para que eu caminhe na direção indicada por ele.

**Favor fazerem as devidas correções ortográficas e outras, pois me emociono com facilidade, e este é um desses momentos. Só para se ter uma ideia, no dia que o 17º BPM-I homenageou o meu jornal e a TV TEM, (a coronel Helena lembra disso) após a solenidade eu fui internada no AME, quando passei por cirurgia, kk.

Com imagens encaminhadas para o jornal pela PM Cristiane Jatobá Zioti-para divulgação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário sobre esta matéria. Volte sempre!

E ATENÇÃO: O ÚNICO EMAIL PARA CONTATO COM O JORNAL DO POVO RIO PRETO É O MEU JORNALDOPOVORIOPRETO@BOL.COM.BR OU JORNALDAJOILDAGOMES@GMAIL.COM NÃO EXISTE NENHUM OUTRO. NINGUÉM ESTÁ AUTORIZADO A FALAR PELO JORNAL. SOU ÚNICA PROPRIETARIA E RESPONSÁVEL PELO BLOG. QUALQUER OUTRO EMAIL É CRIME. CHAME A POLÍCA RSRSR